segunda-feira, junho 25, 2007

Ecos de 300


PS: aproveitando a deixa, alguém aí tem o 300 de Esparta scaneado para me passar? Dei uma folheada na edição luxuosa ontem e fiquei babando, mas vou ver se encontro da antiga usada e em bom estado. Mas enquanto isso...

sábado, junho 09, 2007

Por falar em cinema...

Vocês já viram o trailer do novo filme do Rambo? Veja aqui.

A primeira metade é só falatório, com o Stallone demonstrando a sua péssima dicção (sério, só dá pra entender a última palavra de cada frase). Dali em diante vira uma das coisas mais ignorantes e apelonas que eu já vi; chega até a ser trash. E eu que vibrei quando assisti "Gladiador" pela primeira vez, achando que tinham conseguido levar a sangueira de um desenho japonês para as telonas com perfeição... (e na época eu gostava muito mais de desenho japonês. Até dos Cavaleiros do Zodíaco eu ainda gostava, olha só).

Confesso que não me recordo nada do Rambo. Eu era bem criança e me lembro que rolava um desenho animado na Globo e que eu tinha uma merendeira cinza do fortão. Lembro vagamente que eu também tirei uma foto vestida de Rambo: sem camisa, só de bermudinha, com um cantil e um rádio de plástico e fazendo aquela pose "eu tenho músculos" (prometo procurar e postar aqui). Um belo dia vi que iam passar o filme do Rambo na TV, e eu ingenuamente pedi pro meu pai para gravar, pra eu assistir depois, porque passava muito tarde, depois da novela das 8. Passados alguns anos (e agora que sei do que se trata o filme), me pergunto como o meu pai atendeu ao meu pedido sem protestar... felizmente eu não fiquei com nenhum trauma (é o que parece, pelo menos - mas confesso que não me lembro de porcaria nenhuma do filme). E o tal desenho animado era bem xarope: nas férias eu revi um episódio num canal de TV a cabo, em que o Rambo ia visitar uma antigo amigo e descobriam que o filho adolescente do cara estava usando drogas. Aí eles ajudavam o moleque a se livrar de uma encrenca com traficantes, desbaratavam a quadrilha (que era ligada aos vilões malvados do desenho, claro) e terminavam com o Rambo e turminha dando uma palestra no colégio do menino, naquela papagaiada de "usar drogas faz mal". Enfim, aquele esquema bem SuperAmigos de passar lição de moral pra molecada no final do episódio.

Seguindo o exemplo da continuação do Rocky, intitulado "Rocky Balboa", o filme aí também vai levar nome e sobrenome do protagonista, ficando então "Johny Rambo". A película ainda não tem data de estréia.

PS: se eu achar o primeiro Rambo na locadora, alugo na hora. Curiosidade mata...

PS2: tentei postar uma janelinha direta do Youtube, mas não funcionou. Desculpa por fazer vocês irem na página dos caras (talvez eu edite isso mais tarde).

PS3: vou aproveitar pra confessar uma coisa: eu nunca assisti a nenhum dos "De Volta para o Futuro" até o final. Na época que o filme era coqueluche na Tela Quente, eu era muito criança e meu pai não me deixava ficar acordada assistindo. Pedi pra ele gravar algumas vezes, mas antes que eu assistisse ele gravou outra coisa por cima. E quando eu cresci e finalmente podia ver TV até de madrugada... pararam de passar o filme. Um dia tomo vergonha na cara e alugo essa joça.

terça-feira, junho 05, 2007