sábado, junho 21, 2008

Stress

Hoje descobri mais um item pra minha lista de "situações que são um saco": é você chegar em casa pregada de cansaço, doida pra se jogar no sofá e jogar videogame até o dia acabar, ou ler um livro, ou até mesmo assistir alguma porcaria na televisão (porque você não tem energia pra fazer mais nada).

E descobrir que os seus vizinhos do lado estão dando uma rave caseira (ou seja, não é só o McCrééééu que é inimigo dos seus ouvidos castigados), com o som muito acima da opção "No Talo", e que a farra deles apenas acabou de começar. A sua única salvação pós-banho é ligar o PC e deixar o Winamp no talo, com a Amy Winehouse rolando enquanto eu fazia umas potocas (é, eu juro, hoje eu queria ficar longe do computador, mas eu realmente fiquei sem opção. Eu costumo admitir quando grudei no PC por pura vontade).

Mais chato ainda isso acontecer quando uma pessoa que lhe é muito cara se esquece de que você ficou o sábado inteiro trabalhando feito burro de carga e se recusa a sair.

OK, é apenas um sábado de merda. Vai passar.

3 comentários:

Rita disse...

mas ce nao tava em white gold?
se soubesse que ce queria sair tinha te levado pro sao joao da arq-urb que nao fui pq nao tinha ng na cidade q fosse no minimo sociavel.

Malena disse...

Podia ser pior...acredite.
:-D

Gabriela Iscariotes disse...

Esse foi outro sábado, Rita. Foi um sábado antes, trabalho comendo lá na Gravura e todo mundo à beira de ter um ataque de nervos.

Mas sobrevivemos :)