quinta-feira, janeiro 01, 2009

Só para responder aos meus leitores que eu desisti de ver a tal minissérie da Maysa.

Primeiro, porque o roteiro é do Manoel Carlos.

Segundo, porque já cansei de ver propaganda dessa porcaria. Uma semana vendo televisão já causou isso. Deve ser porque perdi o hábito de ver televisão, a minha só serve pra ligar o Playtation 2 e assistir A Grande Família.

E terceiro, o tom que estão dando á coisa toda. O subtítulo é breguérrimo, e por mais que a personagem seja tresloucada, vão dar aquele ar de "transgressão chique" pra tudo. Ela enche a cara? Sim, mas é porre de uísque e com a maquiagem e o cabelo impecáveis. Ela faz barraco em público? Sim, mas só pra gritar "eu tô me f****** pro nome Matarazzo". Ela dorme com outros caras depois de acabar o casamento? Sim, mas só se rolar um sentimento forte que justifique, porque senão é piranhagem.

Aliás, alguém se lembra daquela minisérie do JK, onde criaram todo um contexto pra justificar o chifre que ele deu na esposa?
A amante era traumatizada porque foi estuprada na noite de núpcias, ele simpatizou pela Miss Primavera e teve carinho desde a primeira vez que a viu, custaram a consumar tudo, o casamento tava uma bosta e a esposa dele só pensava na filha problemática dos dois... incrível imaginar que a família do cara e o público ficaria magoadinha se colocassem o cara como adepto da putaria tresloucada, das noitadas boêmias...

Enfim, senti que ia ter coisa muito melhor pra fazer nessas férias. Desde costurar, até desenhar ou finalmente zerar algum dos meus jogos de PS2.

4 comentários:

Shoujofan disse...

Bem, se eu não apagar vou dar uma olhadinha. Afinal, é uma micro-minissérie, coisa pouca... Dá para aturar o Manoel Carlos para poder descer a lenha depois. :P

Ana disse...

Fia, não vai prestar. Imagina, o Manoel Carlos da Regina Duarte escrevendo sobre a Maysa.

Rá! Vai ser o samba do Crioulo Doido!

Bloody Mary disse...

No alto dos meus conhecimentos noveleiros (parcos), tenho opinião sobre apenas uma pessoa: Glória Perez. Ai que mulher sacal que só sabe fazer dramalhão que se passa no exterior! A direção da Globo deve tremer nas bases quando a fia chega com um novo roteiro, imaginando que toda a equipe de cinegrafistas terá que se deslocar até o Turcomenistão pra gravar meia-dúzia de cenas. O resto vira réplica vagabunda no Projac. Aposto que o Taj Mahal vai ser feito de isopor por algum artesão carioca no próximo folhetim...

Tio Xavier™ disse...

Por que as minisséries se esforçam para justificar o desnecessário das grandes personalidades? Bebeu é porque é alcoólatra. Fuma é porque gosta de tragar fumaça. Trepou com 257 pessoas é porque gosta de sexo. Simples.