terça-feira, outubro 03, 2006

Perfeito

Post de um blog sobre o caso do filminho da Cicarelli e sua repercussão (tá, prometo que não falo mais no assunto, porque também tô de saco cheio disso):

http://hbdia.blogspot.com/2006/09/pera-que-s-um-update-no-adianta.html


Depois posto sobre o casamento que eu fui nesse fim de semana, onde aconteceu um fato inédito: EU PEGUEI O BUQUÊ DA NOIVA! Amigos, preparem os presentes e roupas de festa, porque pela tradição eu devo ser a próxima da lista (e isso porque nem emprego eu tenho).

6 comentários:

Michel de Oliveira disse...

Se estiver precisando de noivo, é só falar que você sabe que estamos aí. :)

Agora, você foi mesária? Porque eu não fui...

Menina Crescida disse...

Bem, se estiver precisando de mais uma na sua lista de convidados não hesite em me chamar. Até porque, quem sabe eu não pego esse buquê também, rs...

Sobre o post, eu achei óteeeemo e encerra tudo que eu penso sobre o caso.

Tio Chico disse...

Achei o(a) autor(a) do texto muito nervosinho(a) pra pouco conteúdo?... Afinal, o sujeito é homem ou mulher? Vou chutar que é mulher.

Colocou as coisas como se a culpa do machismo no mundo fosse exclusividade masculina. Mas pelo que eu percebo hoje em dia, para cada homem que chama a Cicarelli de vagabunda, deve ter umas 5 mulheres fazendo o mesmo.

É irônico e triste, mas as mulheres, em geral, são mais machistas que os homens. Porque é fácil viver uma vida sem ter de fazer escolhas e tomar iniciativas. Essa semi-liberdade conquistada, em que as mulheres podem usar saia num dia e terno no outro, podem 'chegar junto' de um cara de vez em quando, mas na maioria fazem charminho até o homem se manifestar, podem trabalhar, mas a 'obrigação' de sustentar a casa ainda é masculina... bom, já é alguma coisa, mas convenhamos, ainda falta muuuiiiito chão pela frente.

A fraqueza do homem consiste em oprimir a mulher. A da mulher consiste em se submeter contentemente.

As coisas estão mudando, ainda bem. Conheço umas boas mulheres fortes e uns bons homens que estão se tornando menos bossais.

=)

tioi chico disse...

opa, a primeira frase não é uma pergunta (sérios problemas de atenção) xD

Gabriela Iscariotes disse...

O autor do texto naquele blog é um homem. E realmente, fora de contexto é possível ter esa interpretação (os maiores culpados pelo machismo são os homens), então vou explicar: o post anterior do blog tinha o tal filminho da Ciccarelli, e a sessão de comentários tava lotado de "vagabunda" pra baixo. Tá explicada a impaciência do cara.

Mas sou obrigada a concordar com você. Quem se submete (no caso, a mulher ao machismo) o faz porque tem vantagens. A mudança de fato ainda não ocorreu: muita mulher ainda acha que é obrigação do homem sustentar a casa e pagar a conta enquanto ela gasta o salário com esmalte. Muito homem reclama que mulher não tem iniciativa, mas fica com a pulga atrás da orelha quando isso acontece; gosta de ver mulheres com atitudes "ousadas", desde que não seja a dele. Incrível, mas já vi até a revista Nova (que se diz a revista da mulher "moderna" e "independente") dizendo que "homem que não paga a conta no primeiro encontro perde pontos" e "adie ao máximo a primeira transa com ele". Parece piada, mas (infelizmente) não é.

Já ouvi até menina reclamando que o namorado queria conversar política com ela. "Ai, isso lá é papo de namorados?". Essa aí faz questão de ser tratada como tapada.

Graças a Deus as coisas estão mudando. Mas o caminho ainda é longo...

farofa disse...

Mulher sem atitude me dá náuseas... Nunca esquecerei daquelas ousavam sem eu precisar pedir!