sábado, outubro 01, 2005

Alegria de pobre

Quinta-feira eu fiz o dia dos lixeiros mais feliz.

Explicando: acordei tarde e passei a manhã inteira de camisola, e nisso acabei esquecendo de botar o lixo pra fora. Quando assustei, ouvi o barulho do caminhão de lixo subindo a rua. Rapidamente amarrei a boca do saco de lixo da cozinha (o mais fedorento - tive que escolher apenas um, mentalmente), abri a porta de casa, apertei o botão dos portões e subi correndo a rua, a tempo de entregar o saco no caminhão.

Deve ter sido a visão mais linda que eles tiveram: uma bela moça, de camisola azul e longos cabelos castanhos, subindo a rua, salpicada de florzinhas amarelas (a rua, não a moça).

Um comentário:

Andersehen disse...

é nada mal... o cara trampa o dia inteiro mexendo com lixo, aquilo lá sim não é pra qualquer um... foi um bônus merecido :P